Equipe do UNIFESO se prepara para as quartas de final da Hult Prize

Equipe do UNIFESO se prepara para as quartas de final da Hult Prize, maior competição internacional de empreendedorismo social

Os estudantes Carlos Jacobina, Ariel Zimbrão, Douglas Ornelas e Renan Souza, do curso de Ciência da Computação do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), estão se preparando para levar a equipe Onyx Studios para disputar as quartas de final da edição 2018 da maior competição de empreendedorismo do mundo, a Hult Prize, que acontece em março, em Boston (Massachusetts).

Com o tema “Aproveitando o poder da energia para transformar a vida de 10 milhões de pessoas – como mudar o mundo com US$ 1 milhão?”, o prêmio, concedido pela Hult International Business School, terá pela primeira vez estudantes do UNIFESO representando a Instituição e o Brasil nas etapas finais desta que é a maior disputa entre universitários no mundo inteiro.

Segundo o estudante de Medicina Fellipe Carlos Corrêa Batista, Campus Director da Hult Prize que organizou a edição no UNIFESO, em Boston a equipe Onyx Studios vai enfrentar grandes universidades do mundo como Harvard, UCLA, Yale, entre outras. “Os vencedores vão para o Castelo da Hult em Londres para passar um mês desenvolvendo o protótipo. Nesse período acontecerá a semifinal”, revelou. “Esta é a nossa chance de mostrar ao mundo que a nossa Instituição é dedicada ao impacto social”, disse Fellipe, lembrando que a final acontece em setembro, em Nova Iorque, na United Nations Headquarters. O vencedor ganhará 1 milhão de dólares e mentoria.

Sobre o projeto

A startup é um app game que busca conscientizar a população de forma divertida sobre a economia de energia, simples e impactante, em escala global, para a redução do consumo de energia. “Agradecemos ao UNIFESO e aos nossos professores Laion e José Roberto Andrade. Foi um projeto bem corrido que veio do planejamento de uma proposta de jogo para a iniciação científica dentro do nosso curso. Optamos pela área que gostamos muito, a de desenvolvimento de games, que somada à proposta de startup foi muito interessante por nos trazer a perspectiva de um retorno financeiro à nossa iniciativa”, declarou o estudante Renan Souza, da equipe Onyx Studios.

Fonte:Unifeso Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *