Fórum Forró de Raiz em Teresópolis

FÓRUM FORRO DE RAIZ TERESÓPOLIS – 29 e 30/6

Fórum em Teresópolis discutirá o forró como patrimônio imaterial brasileiro

Em razão da sua vocação forrozeira, cidade serrana recebe edição do evento que está circulando por diversos estados brasileiros

 Além de debates conceituais, evento no Sesc terá dois grandes shows gratuitos de forró com 13 atrações

O Sesc Teresópolis recebe neste fim de semana (29 e 30/6) o Fórum Forró de Raiz, evento que está mobilizando forrozeiros de vários estados do país em prol do registro do gênero como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A edição de Teresópolis é um braço do evento realizado no Rio de Janeiro, em abril, que marcou a entrada do Sesc RJ no movimento.

Naquela ocasião, personalidades, artistas, pesquisadores e profissionais reconhecidos nacionalmente pela sua atuação na cadeia produtiva do forró se reuniram para debater as matrizes do gênero. Os resultados foram agregados ao processo que tramita junto ao Iphan. Em virtude da sua vocação forrozeira, a unidade do Sesc em Teresópolis trouxe as discussões para a região serrana do Rio.

PROGRAMAÇÃO – Durante os dois dias, serão formados grupos de trabalho para abordar as matrizes do forró. Serão analisados aspectos conceituais sobre o gênero, como os ritmos tradicionais (xote, baião, xaxado) e as relações entre tradição e inovação (preservação e modernidade). Também serão analisadas a mídia e o mercado do forró, com grupos de trabalho sobre produto cultural, mercadoria, profissão e mídia tradicional e show-business. Pesquisadores, forrozeiros, produtores culturais, jornalistas, historiadores, entre outros profissionais com expertise no assunto, conduzem as mesas, que têm entrada franca, mediante inscrição. O início está marcado para as 13h30.

Além da discussão conceitual, o fórum contará com uma programação cultural que envolve apresentação de cordelistas, espetáculos de dança e shows de forró que começam as 19h e se estendem até as 22h, nos dois dias de evento. Ao todo, 13 atrações subirão ao palco que será montado na quadra do Sesc Teresópolis. A entrada para os shows também é gratuita, mas solicita-se a doação de 1 quilo de alimento não-perecível. Os donativos serão revertidos para o programa Mesa Brasil Sesc. Mais informações em www.forroderaizsescrj.org.br.

NORDESTE É AQUI – O Fórum Forró de Raiz Teresópolis integra o projeto O Nordeste é Aqui no Sesc RJ, cujo objetivo é preservar as tradições nordestinas e refletir sobre sua importância para o Rio de Janeiro e o restante do país. A iniciativa conta com uma programação de exposições, cursos, oficinas, debates, shows e outras atividades alusivas à cultura nordestina. A programação completa, que se estende até dezembro, pode ser consultada emwww.nordesteaquisescrj.com.br.  

SAIBA MAIS SOBRE O PROCESSO JUNTO AO IPHAN – Para a obtenção do reconhecimento de um bem cultural como Patrimônio Imaterial Brasileiro é preciso comprovar que o mesmo possui continuidade histórica e tem relevância nacional para a memória, a identidade e a formação da sociedade brasileira. No caso do forró, a proponência data de 8 de julho de 2011 e foi encaminhada pela Associação Cultural Balaio Nordeste, da Paraíba.

De lá para cá, a entidade tem realizado fóruns regionais por vários estados brasileiros e tem recolhido insumos importantes para o processo. Em 10 de setembro de 2015, em um Fórum em João Pessoa (PB), foram definidas as diretrizes para a Instrução Técnica do Registro das Matrizes do Forró, uma das etapas do processo. Trata-se dos aspectos sobre o forró de raiz que precisam ser levados em consideração para a correta salvaguarda dessa manifestação cultural. É sobre essas diretrizes que os participantes do Fórum do Rio de Janeiro se debruçaram entre os dias 26 e 28 de abril. Essa mesma discussão será oportunizada agora à população de Teresópolis e da Região Serrana.

Os resultados dessas discussões vão compor um dossiê sobre o forró de raiz. Trata-se de uma vasta documentação que inclui ainda registros audiovisuais, uma pesquisa etnográfica e um inventário, entre outros conteúdos. O material será entregue ao Iphan para análise. Em seguida, caso emita parecer favorável ao registro, o Instituto submete o processo ao seu Conselho Consultivo, que toma a decisão. Se ela for favorável, o forró é inscrito no Livro de Registro das Formas de Expressão do Iphan e recebe o título de “Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil”.

FÓRUM FORRÓ DE RAIZ TERESÓPOLIS

(*PROGRAMAÇÃO SUJEITA A ALTERAÇÕES)

Dias 29 e 30/6/2018

Sesc Teresópolis: Av. Delfim Moreira, 749 

Informações: (21) 2743-6959

DIA 29/6/2018

  • 13h50 – Abertura- Contextualização do Fórum, da natureza dos debates e do registro do forró como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro.
  • 14h50 – Apresentação de dança (forró) – alunos de TSI (Trabalho Social dom Idosos)
  • 15h – Mesa Redonda 01 – Matrizes do Forró
  • GT 1.1 – Aspectos Conceituais – o que é forró
  • GT 1.2 – Ritmos tradicionais – xote, baião, xaxado
  • GT 1.3 – Tradição e inovação – preservação & modernidade
  • 18h às 22h – Show de forró e sanfoneiros

 Dia 30/06/2018

  • 9h – Apresentação de Cordelistas – Cordel: arte e ofício
  • 9h30 às 12h30 – Mesa redonda 02 – Mídia e mercado de forrós
  • GT 2.1 – Redes sociais, conexões, transmissões, streaming
  • GT 2.2 – Forró como produto cultural, mercadoria, profissão
  • GT 2.3 – Mídia tradicional e show business
  • ]14h – Cordel: arte e ofício
  • 14h30h às 17h30 – Mesa redonda 03 – Território – Comunidades – Detentores
  • GT 3.1 – Espaços de reprodução cultural do forró de raiz no RJ
  • GT 3.2 – A identidade de comunidades forrozeiras no RJ
  • GT 3.3 – Detentores culturais do forró
  • 18h às 22h – Show de Forró e sanfoneiros

Fonte: Sesc RJ / Wando Soares

Programação do Forró de Raiz em Teresópolis 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *