NATAL TERESÓPOLIS – Orquestra Solista do RJ e Natal de Repente

Natal é a Gente que Faz – 15 e 16/12/2018

Orquestra Solista do RJ e Natal de Repente se apresentam neste fim de semana em Teresópolis

As duas atrações integram a intensa programação artística e de lazer que o Sesc e o Senac promovem até 6 de janeiro em diversas regiões do estado

TERESÓPOLIS/RJ – A Orquestra Solista do Rio de Janeiro, um ensemble instrumental composto por talentosos músicos atuantes no cenário da música de câmara e sinfônica do estado, se apresenta no Sesc Teresópolis neste sábado (15/12), às 19h30, dentro da programação musical do Natal é a Gente que Faz. O evento natalino do Sesc e do Senac começou no último dia 8 e se estende até 6 de janeiro com uma agenda repleta de atrações em diversas linguagens artísticas e atividades de lazer e recreativas.

O grupo, fundado em 12 de setembro de 2005, vem oferecendo em sua temporada anual de concertos um abrangente repertório camerístico para diversas formações instrumentais. Dentre as realizações mais importantes, destacam-se a estreia carioca da cantata “Colóquio”, de Camargo Guarnieri, em 2008, e da obra “ 7 Fábulas de La Fontaine”, de Xavier Benguerel, em 2009. No Teatro Municipal do Rio, foi responsável pela montagem da obra “A História do Soldado”, de Igor Stravinsky, na íntegra com narração, cena e dança.

A cada temporada, a OSRJ vem mantendo o compromisso com a música popular brasileira e já homenageou os compositores Cartola (2008), Guinga (2009), Noel Rosa (2010), Luís Gonzaga (2012), Vinícius de Moraes (2014) e Garoto (2015), sempre com a participação de convidados especiais como Rildo Hora, Carlos Malta, Guinga, Leila Pinheiro, Wagner Tiso, Elba Ramalho, Nelson Sargento, Leo Gandelman, Leny Andrade, Jaime Alem entre outros.

NASCIMENTO DE JESUS SOB VÍES REGIONAL BRASILEIRO – No domingo (16/12), o destaque da programação é Natal de Repente, da Cia. Cerne e da Cia. de Arte Popular. O espetáculo teatral, que será encenado na Praça Olímpica, às 16h, conta de um jeito bem brasileiro a história do nascimento de Jesus Cristo. Com o texto todo baseado na literatura de cordel e com músicas executadas ao vivo pelos atores, a trama é ambientada no Nordeste do país, em um vilarejo distante e esquecido. O povo pobre do local, em sua lida diária, se esquece do Natal até que chegam contadores de história que percebem o sofrimento daquela gente e resolvem oferecer algum momento de alegria

PROGRAMAÇÃO INTENSA – Os dois espetáculos são apenas parte de uma intensa programação que o Sesc e o Senac levam para Teresópolis até o dia 6 de janeiro. Neste fim de semana (15 e 16), a Praça Olímpica e o Sesc Teresópolis recebem, além de teatro e música, contações de história, exibição de filme, videoinstalação, encontros literários, exposições e uma série de atividades de lazer, assistência e saúde.

CULTURAR POPULAR – Toda a linha curatorial norteadora da agenda é o resgate da cultura popular, com destaque para a tradição da Folia de Reis, que tem forte representatividade no estado do Rio, em especial a Região Serrana. Também chamada de Reisado ou Festa de Santo Reis, é uma festa popular e tradicional brasileira das mais emblemáticas do país. No Brasil, a festa é celebrada em diversas regiões do país. Os estados onde essa tradição está mais presente são: Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo e Goiás. Em 2017, o Conselho Estadual de Patrimônio de Minas Gerais declarou a Folia de Reis como Patrimônio Imaterial do Estado.

Fonte: Sesc Teresópolis RJ / Wando Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *