Prefeitura traz para Teresópolis a Caravana ‘A Mata Atlântica é aqui!’

mata-atlanticaPrefeitura traz para Teresópolis a Caravana ‘A Mata Atlântica é aqui!’

No sábado, 16, o ator Marcos Palmeira participa de um bate-papo ambiental sobre Produção Agroecológica Integrada e Sustentável

Teresópolis, 7 de janeiro de 2010 – A Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil, vai trazer, na próxima semana, à cidade, a Caravana SOS Mata Atlântica. Com o tema ‘A Mata Atlântica é aqui! – Exposição itinerante do cidadão atuante’, o evento conta com um caminhão adaptado para atividades de educação ambiental como jogos da cidadania e da memória, oficinas de plantio, exibição de vídeos socioambientais, túnel dos sentidos e roda das sensações. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público. A exposição acontece na Praça Olímpica, no Centro. No dia 13, a abertura será às 11h, indo até às 17h. Entre os dias 14 e 17, a caravana funcionará das 10h às 17h.

“Já realizamos importantes ações visando a preservação do meio ambiente em nossa cidade, como a criação do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, e a vinda da Caravana SOS Mata Atlântica é mais um instrumento que vai contribuir para a conscientização de todos sobre a responsabilidade de conservarmos a natureza. Estamos orgulhosos porque Teresópolis é uma das poucas cidades do Estado que terá o privilégio de receber a caravana”, ressalta o Prefeito Jorge Mario.

O Secretário de Meio Ambiente e Defesa Civil, Flavio Luiz Castro, destaca a parceria com o Parque Nacional da Serra dos Órgãos e o Parque Estadual dos Três Picos e alerta sobre importância da preservação ambiental.“As atividades de educação ambiental acontecerão durante os cinco dias de caravana, por seis horas diárias. Além do SOS Mata Atlântica, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos e o Parque Estadual dos Três Picos também são parceiros deste projeto em Teresópolis. A participação de todos é extremamente importante para promovermos debates e ações para a defesa de nossa Mata Atlântica. Especialmente nesta época do ano quando as chuvas destroem muitas áreas verdes, a conscientização da preservação do meio ambiente é fundamental”.

Entre os objetivos da caravana estão a ampliação do conhecimento do público em geral sobre a Mata Atlântica; a sensibilização da população sobre a importância deste bioma e o envolvimento de todos na luta pela conservação por meio de atitudes práticas que possam ser aplicadas no dia-a-dia; a apresentação dos programas e projetos desenvolvidos e formas de participação; e o levantamento de dados sobre a situação local e regional da Mata Atlântica.

CineMata: sessões de vídeo/cinema com temas socioambientais; tendas com atividades lúdicas para sensibilização de crianças com foco na Mata Atlântica; oficinas de plantio; monitoramento da qualidade da água do Rio Paquequer; jogos; palestras; debates; e apresentações artísticas são algumas das atividades que serão realizadas. Haverá também sorteio de brindes. Com exceção da palestra ‘A Mata Atlântica do Rio de Janeiro’, com Márcia Hirota, que será no Teatro Municipal, no prédio da Prefeitura, todas as atividades acontecerão na Praça Olímpica, no Centro.

Atividades lúdicas

O túnel dos sentidos é umas das atividades lúdicas da caravana e proporciona o resgate do ambiente da floresta, neste caso a Mata Atlântica, por meio dos sentidos. Os participantes são convidados a passar pelo túnel da floresta onde o clima, os relevos, as texturas, os odores e os sons reproduzirão o ambiente. Cada participante terá os olhos vendados e será guiado por um monitor previamente capacitado. Na saída do túnel os participantes são convidados a registrar suas impressões na forma de escrita e ou pintura.03-roda-das-sensacoes 02-caminhao

O jogo da cidadania é composto por um tabuleiro grande com temas sobre ações boas e ruins para o meio ambiente e o jogo da memória busca sensibilizar e disponibilizar repertório sobre a fauna e a flora nativas e o equilíbrio na relação entre as espécies. E aborda a importância das espécies dispersoras e polinizadoras para a reprodução das espécies da flora.

A roda das sensações é uma atividade em que as pessoas fazem de olhos vendados, e a proposta é ter contato com elementos da natureza utilizando os outros sentidos sem ser a visão. Estimulamos bastante o uso da imaginação também e tentamos fazer com que os participantes tenham uma percepção do meio ambiente diferente do que geralmente estão acostumados. Quase sempre, nesse processo, algumas das experiências são totalmente novas para essas pessoas.

A exposição contará também com uma maquete dinâmica ambiental, que é uma reprodução de uma área natural onde estão representados morros, vale, floresta, área degrada, rio, riacho, nascente, cidade, sítio, plantios, mata ciliar, lençol freático, etc. E nela os monitores do projeto trabalham (além dos elementos especificamente) a importância, por exemplo, da floresta, de planejamento urbano, de cultivo sustentável, da relação entre água e floresta.

“Fazemos chover de verdade na maquete, assim como corre água de verdade no rio, acontecem erosões e assoreamentos nela, também tem a nascente que sai água de verdade e o lençol freático que é abastecido com a água da chuva que produzimos. Com isso, conseguimos tratar sobre outros assuntos ainda, fazendo relações entre fatos, situações e instigando o pensamento e reflexão das pessoas sobre tudo isso. E tão importante quanto falar de tudo isso é lembrar e estabelecer uma relação com o nosso cotidiano, quer dizer, o que isso tem com a minha vida? Qual a importância e influência disso no meu dia-a-dia? A maquete é uma das atrações que chamam bastante a atenção em nosso projeto”, salienta Lemuel Santos, monitor do projeto.

‘A Mata Atlântica é aqui!’

A exposição itinerante ‘A Mata Atlântica é aqui’ é uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica formada por um caminhão totalmente adaptado para atividades de educação e sensibilização ambiental, já realizadas pela fundação em seus vários projetos se consolidadas como prática de conscientização. O projeto prevê a passagem do caminhão por 40 cidades das regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste do país. Todas as atividades serão realizadas por técnicos capacitados. O caminhão baú adaptado, envelopado com temática do projeto, será palco para apresentações artísticas sobre a Mata Atlântica, sessões de cinema, atividades lúdicas, oficinas e exposições.

A exposição itinerante ‘A Mata Atlântica é aqui!’ surgiu do evento ‘Viva a Mata’, que aconteceu em maio de 2009, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. A caravana já percorreu 7500 Km, visitando 31 cidades do Sul e Sudeste do Brasil. Fizeram parte do roteiro no ano de 2009 os Estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. marcos-palmeira

Em janeiro de 2010, o caminhão da SOS Mata Atlântica volta para o estado fluminense, visitando as cidades de Teresópolis (13 a 17 de janeiro), Rio de Janeiro (20 a 24 de janeiro) e Nova Friburgo (27 a 31 de janeiro). Na segunda fase da exposição, que se inicia após a edição 2010 do ‘Viva a Mata’, o caminhão terá como casa o Nordeste brasileiro.(Pdf)

Programação 

A Caravana ficará na Praça Olímpica e todas as atividades são abertas ao público

13 de janeiro (quarta)

  • Das 11h às 16h
  • 11h – Solenidade de Abertura
  • 14h – Quartas Ambientais – palestra ‘A Mata Atlântica do Rio de Janeiro’, com Marcia Hirota (atividade realizada no Teatro Municipal de Teresópolis)
  • 16h – Coleta de água Rio Paquequer

14 de janeiro (quinta)

  • Das 10h às 16h
  • 10h30 – Debate – Mosaico Central Fluminense – com Breno Herrera e Marcia Hirota
  • 14h – Palestra – Parque Nacional da Serra dos Órgãos e Parque Estadual dos Três Picos – com Ernesto Viveiros de Castro e Theo Panagoulias

15 de janeiro (sexta)

  • Das 10h às 16h
  • 14h – Debate – Turismo e Montanhismo

16 de janeiro (sábado)

  • Das 10h às 16h
  • 11h – Cinemata: Exibição de vídeos com temas Socioambientais.
  • 14h – Bate-papo ambiental com o ator Marcos Palmeira e seu sócio, o engenheiro agrônomo Aly Ndiaye. Tema: PAIS (Produção Agroecológica Integrada e Sustentável) em integração com o projeto da Fazenda Vale das Palmeiras

17 de janeiro (domingo)

  • Das 10h às 16h
  • 15h – Apresentação do programa de coleta seletiva, do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis e Plantio Simbólico na Praça Olímpica em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.
  • 16h – Encerramentos das atividades.

Dias e horários a confirmar: túnel dos sentidos, roda das sensações, jogos da cidadania e da memória, maquete dinâmica ambiental, e apresentação dos trabalhos da ONG Tereviva e da Secretaria de Meio Ambiente.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis 01-maquete-dinamica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *