Professor do UNIFESO apresenta artigo em conferência em Praga

Professor do UNIFESO apresenta artigo em conferência em Praga

Cláudio Rodrigues Corrêa, professor dos cursos de Administração e de Ciências Contábeis do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), esteve em Praga, na República Tcheca, dia 14 de setembro, para apresentar um artigo na 12ª Conferência Pan-Europeia de Relações Internacionais, cujo tema foi “Uma nova esperança: de volta para o futuro das Relações Internacionais”. Trata-se de um evento anual da European International Studies Association (EISA), que serve à comunidade de Relações Internacionais na Europa.

O professor lidera um grupo de 40 pesquisadores no Laboratório de Simulações e Cenários da Escola de Guerra Naval, onde leciona métodos de Estudos de Futuro no Mestrado Profissional. Nove pesquisadores aceitaram ser coautores do artigo “Métodos prospectivos para a segurança no Atlântico Sul: Cenários como instrumentos valiosos para uma política internacional cooperativa”. 

“Fiquei muito contente com a receptividade do nosso artigo diante da selecionada plateia na conferência em Praga. Agradeço ao UNIFESO pelo apoio nessa empreitada que aumenta minha possibilidade de continuar lecionando e coordenando pesquisas no campo do Planejamento Estratégico na Instituição”, conta o professor, que, em 2013, apresentou outro trabalho no Encontro Anual da International Foresight Academy, na Suíça.

O artigo apresentado na conferência propõe um arranjo metodológico de Cenários Prospectivos para dar suporte a diálogos cooperativos de modo a fortalecer decisões comuns em temas de Defesa e Segurança Marítima para a região do Atlântico Sul. As incertezas de longo alcance incluem questões como o tráfico de armas, petróleo e pessoas, a pirataria e a pesca ilegal, não regulada ou reportada. Em resposta à complexidade desse ambiente e considerando possíveis ganhos, os governos, especialmente o Brasil, estão engajados em ações de cooperação para a segurança regional. 

“O Atlântico Sul é, ao mesmo tempo, uma área estratégica e uma comunidade em concretização, portanto, melhorar os processos de tomada de decisão e aumentar a cooperação regional são providências fundamentais para a cooperação dos países no longo prazo”, sintetiza Cláudio Corrêa.

Fonte: Unifeso Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *