22 farmácias aderem à campanha ‘Sinal Vermelho em Teresópolis

22 farmácias aderem à campanha ‘Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica’ em Teresópolis
22 farmácias aderem à campanha ‘Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica’ em Teresópolis

22 farmácias aderem à campanha ‘Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica’ em Teresópolis

A senha do pedido de socorro é um “X” desenhado na mão

Teresópolis, 4 de setembro de 2020 – A Secretaria Municipal dos Direitos da Mulher, em parceria com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, chega a esta sexta-feira, dia 4, com 95 profissionais de 22 farmácias de Teresópolis capacitados para atuar na campanha ‘Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica’. Atendentes e farmacêuticos receberam treinamento para aprender a identificar a vítima e a acionar as autoridades policiais e a rede de proteção à mulher, responsáveis pela tomada de providências.

Lançada em todo o Brasil, em 10 de junho, pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a iniciativa visa ajudar as vítimas a quebrar o silêncio e o ciclo da violência sofrida, principalmente durante o isolamento social gerado pela pandemia.

“É gratificante ver a adesão cada vez maior de colaboradores a essa causa, especialmente nesta época de isolamento e distanciamento social, em que mulheres e crianças ficam mais vulneráveis dentro de suas casas. As farmácias são pontos de apoio extremamente importantes para ajudar as vítimas. Nossa equipe técnica continuará trabalhando para ampliar o número de farmácias e drogarias engajadas na campanha”, assinalada Margareth Rosi, secretária municipal dos Direitos da Mulher.

O protocolo é simples: com um “X” vermelho na palma da mão, que pode ser feito com caneta ou até mesmo um batom, a vítima sinaliza que está em situação de violência. Com o nome e endereço da mulher em mãos, os atendentes de farmácias e drogarias deverão ligar imediatamente para o telefone de emergência 190, da Polícia Militar, e reportar a situação. Detalhe: eles não serão conduzidos à delegacia, nem chamados para testemunhar. 

Como participar

As farmácias interessadas devem assinar digitalmente um termo de adesão à campanha e enviar o documento, em formato de foto, para o e-mail sinalvermelho@amb.com.br ou mensagem para o número (61) 98165-4974. Os profissionais receberão capacitação de equipe especializada da Secretaria dos Direitos da Mulher sobre como identificar a vítima, sobre violência doméstica e como acionar a Rede de Proteção. Também receberão material instrutivo. As farmácias engajadas no programa devem colocar o cartaz da campanha na frente da loja para que as vítimas saibam que a unidade faz parte da ação.

Instalada no 2º piso do Centro Administrativo Municipal Manoel de Freitas (Avenida Lúcio Meira, 375, na Várzea), prédio do antigo Fórum, a Secretaria dos Direitos da Mulher funciona de segunda a sexta, das 12h às 18h. Informações sobre atendimento podem ser obtidas pelo telefone (21) 2742-1038.

Confira abaixo a lista das farmácias e drogarias que participam da campanha contra a Violência Doméstica:

Drogarias Pacheco

  • Filiais Várzea:Reta, Calçada da Fama e Av. Delfim Moreira.

DrogaRaia

  • Filial Várzea: Av. Delfim Moreira. 

CityFarma

  • Filial Várzea: Av. Delfim Moreira.

Farmácia Saúde e Bem Estar

  • Rua Waldir Barbosa Moreira, 163.

Farmácia Bem Viver

  • Filial Várzea: Rua Waldir Barbosa Moreira, 100.
  • Filial Rosário: Rua José Bandeira Viana, 236/loja C.
  • Filial São Pedro: Rua Pedro Strucchi, 53.

Drogaria Central

  • Filiais Várzea: Av. Delfim Moreira, 534; Av. Lúcio Meira, 200.

Drogarias A Original

  • Filiais Alto: Av. Oliveira Botelho, 210; Av. Oliveira Botelho, 514.
  • Filiais São Pedro: Rua Luiz Noguet Junior, 600/loja 02; Rua Fileuterpe, 425/loja 02.
  • Filial Bonsucesso: Estrada Teresópolis-Friburgo, km 28.
  • Filiais Várzea:
  • Av. Delfim Moreira, 295;
  • Av. Delfim Moreira, 358;
  • Av. Delfim Moreira, 474;
  • Av. Feliciano Sodré, 912/loja 02;
  • Av. Lúcio Meira, 300;
  • Av. Lúcio Meira, 656/loja 03.

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis