Ação socioambiental movimentou o Jardim Serrano no domingo

Ação socioambiental movimentou o Jardim Serrano no domingo

Projeto piloto de proteção de nascentes será levado a outros bairros

Teresópolis, 15 de abril de 2019 – Os moradores do bairro Jardim Serrano participaram neste domingo (14) de uma ação socioambiental com várias atividades, tudo de graça. Orientação sobre preservação ambiental e descarte correto do lixo, oficina de acessórios com reaproveitamento de tecidos e inscrição em programas sociais. Profissionais da Secretaria de Saúde ofereceram vacinação contra febre amarela, verificação de pressão arterial e glicemia capilar, testes rápidos de HIV, sífilis e de hepatite B e C. Para a criançada, orientação sobre escovação dos dentes e saúde bucal, contação de histórias, diversão em brinquedos infláveis e lanche.

A ação iniciou o projeto piloto ‘Proteção às nascentes e comunidades produtoras de água’. Iniciativa da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, e da Associação de Moradores de Quebra Frascos, o projeto tem como proposta conscientizar os moradores daquela área sobre a importância da preservação ambiental e do tratamento de esgoto e de resíduos sólidos para garantir o abastecimento de água potável.

“São várias atividades com diversos parceiros. Porém, o mais importante é despertar a consciência da preservação ambiental e a questão do pertencimento, ou seja, a responsabilidade da comunidade de cuidar de onde vive. Fiquei muito feliz em iniciar o projeto do Jardim Serrano, onde fui criado e convivi com muitos moradores. Sempre vi esse lugar como paraíso, e a preservação do Jardim Serrano é quase uma missão de vida”, avaliou Marcos Jaron, secretário municipal de Desenvolvimento Social.

O evento aconteceu no Sítio Bimini, cedido pelo proprietário Hélio Lira de Aquino Júnior para receber os moradores do bairro. “A ideia foi devolver um pouco para a comunidade aquilo que eles nos servem e ajudam. Fiquei impressionado com a organização”, comentou.

Equipe do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), ao qual o Jardim Serrano integra a área de abrangência, marcou presença.  “O CRAS acompanha 120 famílias aqui do bairro e trouxemos para eles nossos serviços de inscrição no cadastro único de programas sociais e orientações gerais”, enumerou a coordenadora do CRAS, Adriana Marques.

Domingo diferente

Quem participou da ação socioambiental aprovou a iniciativa. “A proposta foi de melhoria de qualidade de vida para a comunidade nas áreas de preservação ambiental, com esclarecimento sobre lixo, esgoto. Porque ajudando a comunidade, somos todos beneficiados”, avaliou a líder comunitária Patrícia Freitas Pacheco.

As irmãs Andreza da Conceição Silva, Nayara da Conceição Silva, Gisele da Conceição Silva e Carla da Silva da Costa compareceram com filhos e sobrinhos. “Viemos passar uma manhã de domingo diferente com a família e participar de todas as atividades”, garantiu Andreza.

A doméstica Rosemeire da Silva marcou presença com a filha Maria Eduarda, de 13 anos, e a neta Paula Fernanda, de 5. “Aproveitamos de tudo um pouco e é um alegria para as crianças”, opinou.

A moradora Valdelice Gomes participou das atividades e colaborou com os organizadores. “Maravilhoso. Tenho muito a agradecer a todos, pois a comunidade vai tirar muito proveito, aprendendo coisas para o dia a dia e a vida. Principalmente a proteção do meio ambiente, da destinação do lixo. Espero que minha comunidade seja reeducada em relação ao que nós estamos vivendo, principalmente por conta do lixo”, concluiu.

São parceiros do projeto o Ministério Público do Rio de Janeiro, SESC, Parque Nacional da Serra dos Órgãos/Câmara Técnica de Educação Ambiental e as Organizações Não Governamentais (ONGs) Rede Brasilidade Solidária e Consciência Verde.

Foto: Jorge Maravilha

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis