Agricultores investem em circuito turístico em Teresópolis

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2016

Núcleo de Imprensa

Agricultores investem em circuito turístico em Teresópolis

Apoiados pelo Rio Rural, produtores buscam potencializar os atrativos da região

As belezas naturais encontradas nas áreas rurais podem significar uma nova fonte de renda para as famílias que vivem no campo. Essa estratégia já é uma realidade para as famílias de Teresópolis, na Região Serrana. As primeiras visitas do circuito Turismo Rural de Experiência já começam a dar resultados para os moradores da microbacia hidrográfica do Rio Formiga. Apoiados pelo programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura, e pela agência de turismo Ecoplay, os agricultores locais buscam potencializar os atrativos da região.

Este mês, o grupo testou o roteiro com os 15 primeiros turistas, moradores de Teresópolis, Niterói e Rio de Janeiro. Os visitantes vivenciaram a rotina dos agricultores, provaram e saborearam comidas e doces caseiros, caminharam por pomares e hortas e colheram seu próprio alimento in natura, no sistema Colhe e Pague, criado especialmente para este tipo de passeio. A criação do roteiro de turismo rural era uma demanda dos próprios produtores.

– Além de produzirem nossos alimentos de forma sustentável, os agricultores e agricultoras conhecem os sabores da nossa mesa e as belezas naturais do campo. Com esta visão, o programa Rio Rural desenvolve a capacidade empreendedora dos agricultores, para que aproveitem a vocação para o turismo – destacou o secretário de Agricultura, Christino Áureo.

Para a agricultora Maria Lúcia Lourenço, do sítio Morro Agudo, o primeiro tour realizado foi um sucesso. 

– Fiquei responsável por servir o café da manhã ao grupo. Fiz bolos, sucos, café, pães, leite, queijo, entre outras pequenas guloseimas. Outros produtos servidos foram adquiridos com o comércio local. Ou seja, também fizemos o dinheiro circular aqui mesmo na região. Depois do café, o grupo seguiu para meu sítio, onde andaram pela lavoura. As crianças puderam brincar com galinhas, coelhos e patos. Foi uma experiência incrível – contou a produtora.

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro