Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância

PROFISSIONAIS DE SAÚDE PARTICIPAM DE CURSO SOBRE DOENÇAS PREVALENTES NA INFÂNCIA

AIDPI Neonatal permite avaliar, classificar e tratar precocemente as principais doenças e fatores de risco que afetam crianças de zero a dois meses de idade

Teresópolis, 26 de setembro de 2018 – Profissionais da Atenção Básica/Saúde da Família de Teresópolis, Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto e de Guapimirim participam, até quinta-feira (27), no auditório da Aciat (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Teresópolis), da Capacitação em AIDPI Neonatal da Região Serrana.

A Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância (AIDPI) permite avaliar, classificar e tratar precocemente as principais doenças e fatores de risco que afetam crianças de zero a dois meses de idade.

A capacitação é promovida por meio da parceria do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde e da Secretaria de Saúde de Teresópolis.

AIDPI Neonatal

O programa é uma estratégia utilizada por profissionais de saúde capacitados pelo Ministério da Saúde com o objetivo de reduzir a incidência e o agravamento de doenças que atingem as crianças dessa faixa etária, além de minimizar possíveis sequelas ou complicações que podem afetar a saúde futuramente.

O AIDPI Neonatal contribui ainda para aprimorar as práticas profissionais de tratamento e atendimento em saúde neonatal, visa melhorar o conhecimento e a prática das famílias para a prevenção de doenças e promoção da saúde.

Entre as normas que o Ministério da Saúde preconiza, em conformidade com a Organização Pan-americana da Saúde para atendimento ao recém-nascido e à mãe estão: procedimentos de atenção à mulher, com avaliação e determinação de risco antes e durante a gestação e o parto; procedimento de atenção imediata ao recém-nascido; avaliar e classificar a criança de zero a dois meses de idade, determinando presença de doença grave ou infecção localizada; e cuidados rotineiros e específicos para a criança menor de dois meses e para a mãe ou acompanhante.

O curso

Realizado desde 2009, curso tem duração de três dias (26h), com prática em reanimação neonatal. Entre os temas que serão abordados durante a capacitação estão:

– A AIDPI e a situação de saúde da criança no Brasil

– Atenção integrada às doenças prevalentes na infância

– Metodologia de atendimento

– Objetivo do curso de capacitação

– Métodos e materiais do curso

– Como selecionar os quadros de conduta apropriados

Foto: Jorge Maravilha

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis