Barragens em Teresópolis RJ preocupam moradores

Teresópolis,28 de janeiro de 2019. Depois do rompimento de uma barragem em Brumadinho (MG) um alerta foi acesso em diversos municípios brasileiros. A barragem de rejeitos de minério de ferro da Vale que se rompeu em Brumadinho (MG) na sexta-feira (25), deixando dezenas de mortos e centenas de desaparecidos, possuía o atestado de estabilidade.

Agora essas barragens desativadas de água preocupam moradores da região serrana do Rio. Engenheiros e responsáveis por essas barragens deveriam verificar a estabilidade e segurança das mesmas.

A barragem do Triunfo está localizada no bairro do Caleme, era uma barragem da CEDAE que abastecia Caleme e Parque do Imbuí. Já a represa da Inconha (antiga Belgo Mineira) abastecia o bairro da Posse em Teresópolis, pois o mesmo, antes da tragédia de 12 de janeiro de 2011,não tinha água da Cedae em todo bairro. Esta última, ficou assoreada com as fortes chuvas de 2011, e aguarda laudo de estabilidade.

Segundo reportagem do R7 no Estado do Rio, seis barragens de água apresentam risco potencial no Estado do Rio. Uma vistoria nas 29 barragens de água do Estado do Rio de Janeiro, em 2017, apontou que seis apresentam um risco potencial em caso de rompimento. São elas: Gericinó, Juturnaíba, Lago Javary, Rio Imbuí, Saracuruna e Triunfo. Ainda sim, a maior preocupação é com as barragens de minério próximas a divisa com o Rio. Caso ocorra a ruptura de alguma delas, o acidente pode atingir o rio Paraíba do Sul, fonte de abastecimento de 80% dos moradores da região metropolitana.

Foto: Louis Capelle

Fonte: R7 (seis barragens de água apresentam risco potencial no Estado do Rio- link)