Defesa Civil Estadual realiza simulado de desocupação em comunidades vulneráveis neste domingo (25-11)

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

 Assessoria de Imprensa

Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2018

Defesa Civil Estadual realiza simulado de desocupação em comunidades vulneráveis neste domingo (25.11)

Atividade abre a Semana Estadual de Redução de Riscos de Desastres

Abrindo a Semana Estadual de Redução de Riscos de Desastres, a Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) e o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) realizam, neste domingo (25.11), um simulado de desocupação em comunidades vulneráveis. A atividade será realizada, simultaneamente, em onze municípios, a partir das 10 horas. O treinamento vai envolver 17 órgãos estaduais e municipais, cerca de 500 agentes e voluntários e, aproximadamente, 2.300 famílias. 

A operação faz parte do calendário de ações alusivas ao Dia Estadual de Redução de Riscos de Desastres, que é comemorado dia 29 de novembro. A Sedec-RJ vai coordenar as estratégias de monitoramento e o envio de alertas por SMS, entre outras atividades. O exercício tem como objetivo a mobilização preventiva dos moradores de áreas de risco.

– As pessoas serão orientadas por agentes a deixar suas casas e seguir para pontos de apoio. Nossa missão é estimular a cultura de prevenção, reduzindo os riscos perante situações emergenciais decorrentes de chuvas e inundações. A previsão é que mais de nove mil pessoas participem – afirma o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros RJ, coronel Roberto Robadey Jr.

A simulação, realizada em parceria com as defesas civis municipais, órgãos governamentais e não-governamentais e a sociedade civil, acontecerá nos seguintes municípios: Rio de Janeiro, Nova Friburgo, Teresópolis, Cachoeiras de Macacu, Petrópolis, Areal, Bom Jardim, Mangaratiba, São Gonçalo, Duque de Caxias e Magé. 

Calendário – Na segunda-feira (26.11), personalidades militares e civis serão homenageadas, no Quartel Central do CBMERJ, por serviços prestados no âmbito da proteção e defesa civil. Terça-feira (27.11), está previsto um treinamento no RioGaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim. Quarta-feira (28.11), será apresentada a matriz de atividade e responsabilidade para resposta a emergências envolvendo barragens, no Inea. Quinta-feira (29.11), haverá exercício de desocupação de escolas em todo o Estado. Os alunos e professores serão orientados sobre prevenção e escape em caso de acidentes diversos e incêndios. 

No dia 5 de dezembro, a Sedec-RJ realiza o lançamento do Plano de Emergência do Estado e do Plano Verão 2019. Na ocasião, os 92 municípios vão conhecer o planejamento da Defesa Civil do Estado para enfrentamento de ocorrências envolvendo chuvas fortes ao longo do próximo ano. Também neste dia, serão inauguradas as novas instalações do Instituto Científico e Tecnológico de Defesa Civil e do Centro de Estudos e Pesquisas em Defesa Civil.

No dia 8 de dezembro, o Quartel Central será palco da formatura dos voluntários da REDE SALVAR. Em 11 de dezembro, às 10h, a Defesa Civil Estadual participa de um seminário sobre resposta à emergência de derramamento de óleo na Baía de Guanabara. Para fechar o calendário comemorativo, o 15º aniversário da Escola de Defesa Civil será celebrado no dia 19. 

-Este é o sétimo ano consecutivo de atividades. O Dia de Redução de Riscos de Desastres já é um marco. É fundamental a mobilização da sociedade para diminuir as ameaças, tornar as respostas a acidentes mais eficientes e construir cidades mais resilientes. Todos podem e devem participar – ressalta o coronel Robadey.

Risco radiológico  – Um simulado de resposta a emergência radiológica, no Parque Olímpico de Deodoro, deu o pontapé inicial no calendário de atividades alusivas ao Dia Estadual de Redução de Riscos de Desastres. A atividade encenou o atendimento a um grupo que passou mal em consequência de um acidente nuclear na usina de Angra dos Reis, no dia 13. Mais de cem agentes públicos e 30 voluntários participaram do treinamento. No dia 17, o município de Duque de Caxias realizou exercício de desocupação das comunidades vulneráveis em decorrência de uma simulação de emergência tecnológica. 

Fonte:Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro