Desenvolvimento Social leva ação de saúde ao Sopão

SOPÃO 31Desenvolvimento Social leva ação de saúde ao Sopão

Parceria entre CREAS e Unifeso amplia atendimento às pessoas em situação de rua

Teresópolis, 9 de maio de 2017 – Medição de pressão arterial, teste de glicose, vacinação contra febre amarela, gripe, tétano e difteria e avaliação nutricional foram alguns dos serviços oferecidos nesta terça, dia 9, na ação de saúde realizada no Abrigo Dr. Sérgio Fernandes, o antigo Sopão, no Bom Retiro.

A iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social, através do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), em parceria com o Unifeso (Centro Universitário Serra dos Órgãos), atendeu pessoas em situação de rua e moradores dos bairros da área de abrangência do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) São Pedro.

A ação deu início a um atendimento que passará a ser prestado com regularidade pelo CREAS e o Unifeso às pessoas abrigadas no Sopão. “A partir desta quinta-feira, a cada 15 dias será realizado atendimento ambulatorial no abrigo, para cuidar com mais zelo da saúde das pessoas em situação de rua. A ação de hoje é o pontapé inicial de um trabalho de imensa necessidade para eles”, informou Marina Ferreira, do CREAS. “Faremos um atendimento individual, com ficha e cadastro com o intuito sempre prestar atendimento humanizado”, completou Isabela Monnerat, da equipe do Unifeso.  

Acolhimento, abordagem social, encaminhamento para tratamento médico e reinserção no mercado de trabalho são algumas das atividades realizadas pelo CREAS, que é vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. “O centro de referência fica localizado no Ginásio Pedrão, mas as nossas ações são realizadas onde estiverem as pessoas em situação de rua. O nosso trabalho é buscá-las e fazer esse acolhimento”, pontuou a assistente social Eliane Moraes, da equipe técnica do CREAS.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social conta com todo suporte da Secretaria de Desenvolvimento Social para o trabalho de sua equipe técnica, que é realizado em parceria com várias instituições. “Estamos investindo em uma nova perspectiva para a realidade das pessoas que vivem em situação de rua. Resgatar a cidadania e recuperar o amor próprio é fundamental para a inserção do indivíduo no meio social”, destacou a secretária interina de Desenvolvimento Social, Carla Tricano.

SOPÃO 17SOPÃO 14

Público satisfeito

A ação de saúde foi realizada por um grupo de alunos do Curso de Medicina do Unifeso, supervisionado pela enfermeira Isabela Monnerat. “Essa parceria foi feita para que os acadêmicos tivessem essa aproximação, que é um momento de humanização. O intuito é prestar atendimento diferenciado a esse público tão carente dos serviços de saúde”, afirmou Isabela.

Focada na prevenção, a ação foi bem avaliada pela clientela atendida. “A saúde não é só ausência de doença, são necessários cuidados em casa e na comunidade. O sistema de saúde está atento a isso e a população agradece e colabora, na medida do possível”, comentou o artesão Luiz Claudio dos Santos. Formado em Letras, o carioca vive em Teresópolis desde 2011, e atualmente é um dos abrigados do Sopão.

“Achei muito interessante esse trabalho pra vida da gente que se encontra em situação de rua, saber como está a pressão, se tem diabetes. Eu agradeço, muito obrigada pela oportunidade”, disse Ana Claudia Santana, há dois meses acolhida no Abrigo Dr. Sérgio Fernandes.

“É um meio de levar saúde a quem mais precisa, e mais perto de você. Serviço gratificante. Parabenizo o pessoal que teve a iniciativa desses serviços”, concluiu o taxista Luiz Carlos Gomes.

Fotos: Jorge Maravilha/AscomPMT

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis

  • Público participa de ação de saúde no Sopão
  • Parceria entre CREAS e Unifeso amplia atendimento às pessoas em situação de rua
  • Coordenadora do CREAS Marina Ferreira entre a assistente social Eliane Moraes e a estagiária de serviço Social, Valéria Victória
  • Enfermeira Isabela Monnerat com estudantes de Medicina do Unifeso: atendimento humanizado

Vídeo da Ascom no link