Destaques de grandes chuvas em Teresópolis

IMG_20170830_110402908Editorial: Através desta matéria alertamos a população para chuvas fortes, enchentes e deslizamentos ocorridos na cidade de Teresópolis, desde 1929. Essa pesquisa não é para assustar ninguém e sim mostrar a força da natureza. O homem precisa se conscientizar da importância do meio ambiente. A chamada “cabeça d’água” ou “tromba d’água” normalmente acontecem, no verão, na região serrana do Rio.

Os desmatamentos, as queimadas , a poluição dos automóveis, fábricas contribuem para o descontrole ambiental. Chuvas cada vez faz irregulares é um grande sinal. Estam acontecendo secas intensas ou chuvas intensas. Geralmente essas chuvas intensas se concentram em um determinado bairro ou vale e duram aproximadamente de 30 à 40 minutos.

Infelizmente, essa história triste precisa ser lembrada para que população e governantes tomem providências imediatas. Salvar vidas é a coisa mais importante. Futuras gerações virão e precisam saber do perigo existente. Abaixo um cronograma de deslizamentos, enchentes ocorridos e registrados. 

CRONOGRAMAS DAS GRANDES CHUVAS, DESLIZAMENTOS EM TERESÓPOLIS:

  • 1929 – 1º de março- Ocorre a grande enchente no Rio Paquequer- Grande parte da Várzea alagada.
  • 1952 – Em fevereiro, durante o Carnaval, ocorre um terrível desabamento de barreira junto à parte posterior da Estação da Várzea. (Hoje próximo ao local encontra-se o Colégio Estadual- Correios central)
  • 1956 – Grande temporal, seguido de enchente, alaga a cidade.
  • 1957 – 07 de abril- Grande enchente no Rio Paquequer.
  • 1966 – 11 de janeiro- Grande enchente na cidade.
  • 1977 – 27 de janeiro- Enchente do Rio Paquequer e riachos que cortam a cidade. Desabamentos e vítimas fatais.
  • 1981 – Ano bem sofrido para a cidade de Teresópolis. Aconteceu em 22/04/81 uma violenta tempestade alagando a cidade. Em 02/12/81 ocorre a Tragédia na Serra (trecho Garrafão- Soberbo) e enchente na cidade. Segundo o livro 20 mortos e 70 veículos danificados.
  • 1991 – 26 de abril- Forte chuva de granizo (Cidade e Zona Agrícola)

Fonte: Livro ” História de Teresópolis” síntese cronológica de João Oscar.

OUTROS REGISTROS:

  • Novembro de 1978- Grande enchente provocando grandes prejuizos. “Petrópolis e Teresópolis arrasadas pelo temporal”, noticiou O DIA, em 25 de novembro daquele ano. As chuvas em Teresópolis começaram às 2h da madrugada do dia 23 e, no dia seguinte, o quadro era de desolação. Até um prédio, de quatro andares, na rua Fileuterpe, desabou. Considerada uma tragédia, marcando a cidade como área de risco, a ocorrência contabilizou 6 mortos e dezenas de feridos. (Fonte: Blog Wanderley Peres)
  •  Em 1983, aconteceu uma das maiores enchentes de Teresópolis, seguida de grande destruição, com quedas de barreiras, afundamento de ruas e rompimento de galerias, superando a recente tragédia de 1978. Acostumados a enchentes na Reta com água a 1m20cm, os comerciantes viram água a até 2m20cm de altura, cobrindo as carrocerias dos caminhões estacionados no canteiro central das avenidas Feliciano Sodré e Lúcio Meira. Carros passavam boiando pela Várzea, enchente que durou de 4h da tarde até as 6h da manhã do dia seguinte. (Fonte: Blog Wanderley Peres)
  • Janeiro de 1987- Enchente na região serrana com 292 mortos, 20 mil desabrigados. Foi decretado pela primeira vez do Estado de Emergência e depois do Estado de Calamidade Pública.( site EBC)
  • Janeiro de 1999 – Enchente, Rio de Janeiro e municípios do Vale do Paraíba e região Serrana, 41 mortos, 72 feridos e 180 famílias desabrigadas.
  • Janeiro de 2000 – Enchente, municípios do Petrópolis, Teresópolis, Casimiro de Abreu e Barra Mansa. 22 mortos, 60 feridos e 133 famílias desabrigadas.
  • 2002- Chuvas fortes no Perpétuo em Teresópolis onde houveram deslizamentos e morreram 14 pessoas.
  • Fevereiro de 2003 – Enchente, municípios da Região Serrana, Sul e Norte Fluminense. 36 mortos, 95 feridos e 870 desalojados e 823 desabrigados.
    Fonte: Departamento do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro
  • 12/01/2011 – Uma das piores tragédias naturais ocorridas na serra carioca com milhares de trombas d’água e muitos mortos. link
  • 06/04/2012 – Chuva intensa causa alagamentos, queda de barreiras e enchente no centro da cidade. link
  • 29/11/16 – deslizamentos no Vale da Revolta – link
  • 13/01/17 – Chuva forte deixam moradores apreensivos na Posse – link
  • 13/02/17 – Chuva intensa preocupa moradores da Posse- link
  • 23/01/18 – Chuva forte alaga ruas do Centro de Teresópolis – link

*Pasta atualizada em 2018

Foto: Louis Capelle