‘Ela Pode’: 2ª edição de capacitação empreendedora para mulheres é promovida em Teresópolis

‘Ela Pode’: 2ª edição de capacitação empreendedora para mulheres é promovida em Teresópolis

Teresópolis, 4 de outubro de 2019 – Capacitar mulheres, garantindo independência financeira e poder de decisão sobre seus negócios e vidas é o objetivo primordial do programa ‘Ela Pode’. E Teresópolis foi contemplada com a 2ª edição do treinamento nesta quinta, 3, quando 30 mulheres participaram gratuitamente da capacitação ‘Empreendedorismo Feminino & Empregabilidade’.

“As palestrantes falam sobre vários assuntos relacionados a comportamento, tanto pessoal, quanto profissional. Gosto de buscar novos conhecimentos e sempre há algo diferente para aprender e acrescentar experiência”, comentou a artesã Sheila Garcia Senra, que tem o objetivo de se tornar uma empreendedora formal. 

Iniciativa do Instituto Rede Mulher Empreendedora, com o apoio do Google, o programa é uma realização da Prefeitura, por meio das secretarias de Trabalho, Emprego e Economia Solidária e dos Direitos da Mulher.

“Queremos proporcionar maior autonomia financeira e liberdade para mulheres que desejam empreender e também para aquelas que estão buscando um emprego e têm dificuldade por falta de capacitação”, destacou o secretário de Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Vinicius Oberg.

A secretária dos Direitos da Mulher, Margareth Rosi, frisou que o programa é de vital importância para que as participantes possam vislumbrar o empreendedorismo mais a frente ou imediatamente.

“A meta é que essas mulheres possam ter condições de empreender. Às vezes, elas fazem algo em casa, mas também têm vontade de fazer algo fora e aqui percebem que têm todas as ferramentas para ganhar cada vez mais autonomia, se tornando empresárias, se assim quiserem”, enfatizou a secretária.

Durante a formação, coordenado por Maria José Feres e Inês Rocha, multiplicadoras do ‘Ela Pode’, do Instituto Rede Mulher Empreendedora, foram abordados temas importantes para os desafios mais comuns na área do empreendedorismo e empregabilidade, como liderança, comunicação, vendas, networking, marca pessoal, negociação, finanças e ferramentas digitais.

“Na situação atual, há uma transição, na qual as mulheres estão mudando a sua condição sob todos os aspectos, principalmente profissionais. Sentimos que existe um espaço onde podemos utilizar o empreendedorismo como caminho para as participantes. Além disso, trabalhamos as questões pessoais e o relacionamento social”, ressaltou Inês Rocha, multiplicadora do ‘Ela Pode’.

Fotos: Jorge Maravilha

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis