Fortalecimento da rede socioassistencial é tema de encontro do CRAS Meudon

Fortalecimento da rede socioassistencial é tema de encontro do CRAS Meudon

Em foco, o papel do Centro de Referência de Assistência Social e das instituições parceiras da rede

Teresópolis, 3 de outubro de 2019 – Com o objetivo de abordar o fortalecimento da rede socioassistencial e o papel do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e das instituições apoiadoras, que abrangem o território e a pesagem do Programa Bolsa Família, foi realizada, nesta quarta, 2, no Instituto Arbor Brasil, a 1ª Reunião de Rede Socioassistencial do CRAS.

O encontro contou com a representação de todas as instituições incentivadoras da rede de abrangência, como a coordenação da pesagem do Programa Bolsa Família, equipe do Centro Materno Infantil, coordenação do CadÚnico e a equipe do CRAS Meudon.

Também estiveram representadas empresas que apoiam as ações do centro de referência, Associação de Moradores do Meudon, colégio estadual, localizado no Meudon, escolas e creches municipais, igrejas, Instituto Saber e Unidade de Saúde da Família Meudon. 

A assistente social Janaina Félix falou sobre o papel do CRAS, as ações preventivas e a importância do fortalecimento da rede, em prol das famílias atendias e da comunidade em geral.

Também foi acentuada a importância do cumprimento das condicionalidades do Programa Bolsa Família, sendo enfatizado que, além de a criança e o adolescente estar frequentando a escola, também é necessária a pesagem, com o objetivo primordial de acompanhar o estado nutricional dos beneficiários.

A pesagem é um dos requisitos obrigatórios para a manutenção do benefício, que precisa ser cumprida duas vezes por ano, uma no 1º semestre e outra no 2º semestre. Para efetuar a pesagem é preciso apresentar o cartão do SUS, caderneta de vacinação, documento de identidade, cartão gestante e o NIS. O acompanhamento na saúde é exigência do Governo Federal.

A coordenadora do Instituto Saber Pamela Canabal apresentou o trabalho realizado no instituto, como cursos de violão, violino, teatro, inglês e de informática, ofertados gratuitamente para a população, sem distinção de renda e localidade onde vive.

Foto: Divulgação

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis