Gabinete de Crise lança central telefônica gratuita para coronavírus

Gabinete de Crise lança central telefônica gratuita para coronavírus
Gabinete de Crise lança central telefônica gratuita para coronavírus

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro, 23 de março de 2020

Núcleo de Imprensa

Gabinete de Crise lança central telefônica gratuita para coronavírus

Serviço, com o número 160, funcionará 24 horas por dia auxiliando pacientes com sintomas da Covid-19. Iniciativa evitará que pacientes busquem unidades de saúde sem necessidade

O Governo do Estado do Rio de Janeiro lançou, nesta segunda-feira (23), o serviço de central telefônica para atendimento sobre a Covid-19. Pelo número 160, a população poderá tirar dúvidas sobre sintomas e quando é o momento certo de buscar uma unidade de saúde. Só hoje, o serviço recebeu mais de 500 ligações.

– Estamos tomando uma série de medidas e agindo de forma rápida para evitar a propagação do vírus no nosso estado. O teleatendimento faz parte desse plano de contingenciamento. É um serviço essencial para que a população fluminense possa ter acesso a informações seguras sobre o que é o novo coronavírus, as formas de prevenção e o que é preciso fazer em caso de sintomas – afirmou o governador Wilson Witzel. 

O serviço terá capacidade de realizar até 30 mil atendimentos, funcionando 24h por dia. O objetivo é evitar que pacientes sem sinais de contaminação ou sem sintomas graves saiam de casa, se expondo ao vírus e lotando as unidades de saúde. Ao todo, o Sistema de Teleatendimento do Estado para Orientações sobre Coronavírus contará com 50 postos de atendimento, podendo dobrar a capacidade de acordo com a demanda. Além desses, está prevista a abertura de mais 54 postos em outras localidades.

Para o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, o projeto é de grande importância para contenção dos casos do coronavírus no Estado do Rio de Janeiro.

– A central é importantíssima nesse momento e servirá para esclarecer dúvidas dos profissionais de saúde e indicar quais pacientes devem procurar atendimento, de preferência em unidades próximas às suas residências, reduzindo deslocamentos. É preciso deixar a unidade de saúde para os casos que realmente necessitem. Além disso, a central funcionará ainda como mais um canal de combate às fake news – explicou.

Presidente do Proderj, Mauro Farias ressalta as ações integradas do governo estadual neste momento.

– Nosso objetivo é colocar toda a nossa tecnologia à disposição das secretarias e órgãos estaduais no combate ao coronavírus. Estamos atuando em estreita sintonia com a Secretaria de Estado de Saúde do Rio e este é mais um importante canal para conter fake news e disponibilizar informações seguras diretamente ao cidadão fluminense – disse. 

Segundo o secretário de Estado de Polícia Militar, coronel Rogério Figueredo de Lacerda, o Serviço 190 passou a fazer parte da segurança pública como uma ferramenta fundamental para atender demandas e orientar os cidadãos. Agora, essa experiência de sucesso é aplicada na área de saúde com a criação da central 160.

– Além do policiamento preventivo e ostensivo nas ruas, e da participação nas barreiras sanitárias e nas rondas educativas, a Secretaria de Polícia Militar presta mais esse relevante serviço à sociedade do nosso estado em parceria com a Secretaria de Saúde e as demais instituições do governo – explicou.

Iniciativa da SES, a central conta com a parceria do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado (Proderj), da Polícia Militar e do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE). Além deste canal, a população também pode esclarecer dúvidas nos sites oficiais da SES: www.coronavirusrj.com.br e www.saude.rj.gov.br.

Fotos:Mauricio Bazilio

Gabinete de Crise lança central telefônica gratuita para coronavírus
Gabinete de Crise lança central telefônica gratuita para coronavírus

Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro