NOTA OFICIAL “INTEGRA TERÊ”

NOTA OFICIAL “INTEGRA TERÊ”

Teresópolis, 6 de fevereiro de 2020 – A Prefeitura de Teresópolis informa que, na manhã desta quinta-feira (06/02), mediante constatação de que a Viação Dedo de Deus, empresa que opera o serviço de transporte de passageiros por ônibus em Teresópolis, não conseguiu viabilizar os ajustes exigidos pelo executivo para a operação plena e efetiva do Integra Terê com a redução das trocas de ônibus e os ganhos esperados para a população, o prefeito Vinicius Claussen determinou o retorno imediato das linhas municipais para os horários e itinerários anteriores já a partir da 0h desta sexta-feira (07/02).

Por Decreto Municipal nº 5.246/2020 publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (06/02), o executivo revogou o decreto 5.240 de 27 de janeiro de 2020, que instituía o modelo de sistema de integração adotado a partir de 02 de fevereiro, denominado Integra Terê. Ouvindo diretamente presidentes das associações dos bairros, líderes comunitários, sociedade civil organizada e entendendo a vontade da população de Teresópolis de manter a integração, mas sem frequentes trocas de ônibus, o prefeito Vinicius Claussen construiu um novo programa de acordo com o desejo da população, o programa “Meu ônibus integrado”. E assim os usuários de ônibus voltarão às suas linhas de costume, com os mesmos horários e intervalos, e continuam contando com o benefício de fazer, se quiser, até 2 trocas de ônibus no mesmo sentido em um período de duas horas pagando apenas 1 passagem. No decreto, o prefeito Vinicius Claussen também estabelece que as linhas com tarifa atual R$ 4,00 terão o valor mantido até dia 29 de fevereiro de 2020.

Para o segundo e o terceiro distritos, o prefeito garantiu as linhas diretas para a Rodoviária, também com possibilidade de integração em outras linhas, pagando apenas uma tarifa de R$ 4,40, mantendo a redução de R$ 0,90 no custo da passagem.

Com essa decisão, o prefeito Vinicius Claussen reforça seu compromisso de atender a necessidade da população e continua garantindo os benefícios de redução de custo de deslocamento, de ampliação das possibilidades de mobilidade e empregabilidade da população que mora mais longe e a tranquilidade de pais e responsáveis sobre a segurança dos estudantes no deslocamento para a escola.

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis