Sanfonas invadem o 6º Cultura de Raiz e abrem o período das festas juninas em Teresópolis

wanda-pinheiro-lembrou-o-dia-dos-namoradosSanfonas invadem o 6º Cultura de Raiz e abrem o período das festas juninas

Teresópolis, 4 de junho de 2013 – Plateia lotada, muita alegria, quadrilha e sanfona. Foi este o clima do 6º Encontro de Cultura de Raiz – temporada 2013, realizado neste domingo, 2 de junho, na Casa de Cultura Adolpho Bloch. Promovido pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, o evento reuniu mais de 30 artistas, que animaram o espaço por mais de quatro horas, mostrando ao público o melhor da música do homem do campo.

“A sexta edição do Cultura de Raiz abriu em grande estilo o período dos Santos Juninos, com uma bonita festa que teve a participação do público do início ao fim. Poucas vezes encerramos o evento com tantas pessoas ainda presentes. Só temos motivos para comemorar”, comentou o Secretário de Cultura, Wanderley Peres, que prometeu para agosto, na semana das Culturas Populares, uma grande festa junina para fechar o período das festas juninas. “É a tradição, é a nossa cultura. E precisamos valorizá-la cada dia mais”.

Com coordenação do Subsecretário de Cultura, Arnaldo Almeida, e da professora Andréa Sant’Anna, o evento seguiu seu formato de programa de auditório, com cenário de cozinha de roça e o lanche à moda caipira, servido aos participantes e convidados logo no início da manhã. Apresentador oficial, o engenheiro agrônomo Beto Selig abriu o evento, ao lado de Andréa Sant’Anna, Ayrton Rebello e Arnaldo Almeida. Depois disso, foram sucessivas apresentações, que alegraram ao longo de toda a manhã.

Lançado em abril de 2009, o Cultura de Raiz tem como objetivo resgatar e valorizar artistas da cultura popular. Ao todo, já foram realizadas 44 edições, ao longo de quatro anos, sempre no primeiro domingo de cada mês, com entrada franca.

  • Wanda Pinheiro lembrou o Dia dos Namorados
  • A dupla sertaneja Alexandre Firme e Felipe Rodrigues
    A dupla sertaneja Alexandre Firme e Felipe Rodrigues
  • Amado Rodrigues e sua viola de 10 cordas
  • Artistas se movimentam antes das apresentações
    Artistas se movimentam antes das apresentações
  • As dançarinas de maracatu do projeto ProJovem
    As dançarinas de maracatu do projeto ProJovem
  • Com Bumba-Meu-Boi e até Nega Maluca, a apresentação encantou a todos, fechando o evento com chave de ouro
  • Crésio da Vila e Julicão
  • Daniel Vieira, Didico, Jorge Viajante, Fernando Mello, Arnaldo Almeida e Beto Selig
  • Didico, Carlito e Jorge Viajante
  • Diretamente de Guapimirim, Írio Lima e os alunos do ProJovem mostraram o maracatu
    Diretamente de Guapimirim, Írio Lima e os alunos do ProJovem mostraram o maracatu
  • Edson Firmino, Adão Curió da Viola e Seu Claro
    Edson Firmino, Adão Curió da Viola e Seu Claro
  • Lucas Borelli, Emma Dickson, Gustavo Aogstini, Ayrton Rebello e Írio Lima
    Lucas Borelli, Emma Dickson, Gustavo Aogstini, Ayrton Rebello e Írio Lima
  • A Casa de Cultura ficou cheia durante todo o evento

Muitas atrações

Entre as mais de 20 apresentações, destaque para os muitos sanfoneiros presentes. Em tempo de festas juninas, Zé Lopes, Neucy do Acordeom, Edson Firmino, os irmãos Edson e Moacir Rosa e ‘Seu’ Timbira, é claro, foram alguns dos nomes que animaram o evento com muito forró, levando o público até mesmo a dançar quadrilha.

A manhã de festa teve ainda muito mais. Entre outros, Gustavo Agostini e Emma Dickson deram show no pífano, acompanhados por Lucas Borelli, Fernando Mello e Írio Lima. Wanda Pinheiro, ao lado de Ayrton Rebello, fez repentes e lembrou o Dia dos Namorados ao cantar ‘Não se vá’. Amado Rodrigues encantou a todos com sua viola caipira de 10 cordas. A dupla Mario do Violão e Jorge Viajante fez sucesso ao lado de Célio Monteiro, com ‘Destinos Iguais’.

Uma das maiores sensações do evento foi a apresentação da pequena Clara Gonçalves que, ao lado do pai, Fernando Mello, tocou e cantou ‘Lua Branca’ e ‘Apelo ao Soberano’. Também fez enorme sucesso o Trio Bico Seco. Formado por Inácio, Elcir e Julio Cesar, o trio, estreante no Cultura de Raiz, emocionou o público ao interpretar verdadeiros clássicos da música de raiz, como ‘Igarapé das Mulheres’ e ‘Calix Bento’. “É uma honra e uma grande felicidade estarmos aqui hoje, nos apresentando no Cultura de Raiz. Foi sem dúvida uma estreia gratificante”, disse Julio Cesar.moacir-rosa-animou-com-musicas-de-quadrilha

Entre outros, a festa teve ainda as participações de Vera Borcard, cantando ‘O último pau de arara’, Carlito e o estreante Didico, a dupla Felipe Rodrigues e Alexandre Firme, e Francisco Corino, que animou com o xote. A poesia ‘Lamento da mãe natureza’, de Lucas Castilho, foi declamada por Ayrton Rebello, enquanto Roninho entregou um presente ao programa, uma peça artesanal, com as cores da Bandeira do Brasil, confeccionada com tampinhas de garrafas pet.

Encerrando com chave de ouro, uma belíssima apresentação de maracatu com Írio Lima e os alunos do ProJovem de Guapimirim, que vieram a Teresópolis especialmente para participar do evento. Vestidos a caráter, os alunos e o professor Írio agitaram pra valer com ‘Pedra de responsa’, ‘Lavadeira do rio’, ‘Cidadão Natureza’ e, principalmente ‘Nossa História’, música recém criada por Írio Lima em homenagem ao Cultura de Raiz.

Artesanato

Além presença constante do público no teatro da Casa de Cultura ao longo de mais de quatro horas, na Sala de Dança também foi grande a movimentação por toda a manhã por conta dos estandes de artesanato montados. Estiveram presentes: Marcia Bettin (artesanato em porcelana, madeira, tecido e silkscreen), apostando também em souvenires ligados às festas juninas e ao Dia dos Namorados, Leir Guarilha (bijuterias), Iara Hesse (trabalhos em pintura), Ana Litardo (produtos da Feira Agroecológica), Magno Guimarães Pinho (tapioca), Maria Christina Barbosa (artesanato em tecido e sucata) e Maria Cecília Cardin (cerâmica e bijuteria). Também estiveram expostas as peças em tie-dye (estampa em tecido) confeccionadas pelas alunas do curso de artesanato oferecido pela Secretaria de Cultura sob a orientaçãoda professora Silvana do Valle. Calças, saídas de praia, batas e vestidos estão entre as peças, que poderão novamente ser encontradas na próxima edição do evento.

Relação dos participantes

Participaram do 6º Encontro de Cultura de Raiz os seguintes artistas: Beto Selig, Ayrton Rebello, Andréa Sant’Anna, Arnaldo Almeida, Adão Curió da Viola, Edson Firmino, Seu Claro, Paulo Medeiros, Roninho, Neucy do Acordeom, Genaro da Zabumba, Zé Lopes, Lomir do Pandeiro, Amado Rodrigues, Zé Rodrigues, Wanda Pinheiro, Crésio da Vila, Julicão, Edson Rosa, Moacir Rosa, Geraldo Sanfoneiro, Fernando Mello, Clotilde Soares, Daniel Vieira, Francisco Corino, Gustavo Agostini, Emma Dickson, Lucas Borelli, Jorge Viajante, Mario do Violão, Célio Monteiro, ‘Seu’ Timbira, Roberto Müller, Juju Carvalho, Vera Borcard, Clara Gonçalves, Trio Bico Seco (Inácio, Elcir e Julio Cesar), Carlito, Didico, Felipe Rodrigues, Alexandre Firme, Írio Lima e os alunos do ProJovem de Guapimirim.

  • Edson Firmino, Adão Curió da Viola e Seu Claro
  • Felipe Rodrigues e Alexandre Firme ensaiaram durante toda a manhã
    Felipe Rodrigues e Alexandre Firme ensaiaram durante toda a manhã
  • Fernando Mello e a filha Clara Gonçalves
  • Fernando Mello e Juju Carvalho
    Fernando Mello e Juju Carvalho
  • Genaro da Zabumba, Lomir do Pandeiro, Paulo Medeiros, Zé Lopes e Edson Firmino
    Genaro da Zabumba, Lomir do Pandeiro, Paulo Medeiros, Zé Lopes e Edson Firmino
  • Neucy do Acordeon, um dos sanfoneiros presentes
  • O cantor e repentista Zé Rodrigues
  • Roberto Müller cantou Coração de Estudante
    Roberto Müller cantou Coração de Estudante
  • Moacir Rosa animou com músicas de quadrilha
    Moacir Rosa animou com músicas de quadrilha
  • Roninho, que deu um presente ao Cultura de Raiz
  • Trio Bico Seco estreou em grande estilo
  • Vera Borcard, acompanhada por Arnaldo Almeida, Fernando Mello, Ayrton Rebello e Seu Claro
    Vera Borcard, acompanhada por Arnaldo Almeida, Fernando Mello, Ayrton Rebello e Seu Claro

Texto: Geórgia Jahara

Fotos: Roberto Ferreira

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis