Sistema Integrado de Transporte Coletivo e Mobilidade Urbana em Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis implementa segunda fase do IntegraTere  Sistema Integrado de Transporte Coletivo e Mobilidade Urbana

Novidade beneficiará usuários da linha Parque Ermitage a partir do Carnaval

Teresópolis, 15 de fevereiro de 2019 –  Mais uma etapa do Programa IntegraTere – Sistema Integrado de Transporte Coletivo e Mobilidade Urbana – será implantada até março. Desta vez, os beneficiados serão os usuários da linha Parque Ermitage, que poderão utilizar várias linhas de ônibus e circular entre os bairros da cidade pagando apenas uma passagem. O sistema já beneficia os moradores do Imbiú.

A integração tem validade de duas horas, a partir da leitura do cartão no primeiro ônibus. A proposta é que o passageiro que embarcar na linha Parque Ermitage possa desembarcar na Várzea e, em até duas horas, ir para outros bairros na zona urbana, como Alto, Caleme, Meudon, São Pedro, pagando apenas uma passagem. O programa é uma iniciativa da Prefeitura de Teresópolis, em parceria com a Viação Dedo de Deus Ltda (VDDL) e a RioCard.

Uma grande vantagem do sistema implantado é que as rodoviárias de integração não são necessárias. O único critério para usar a integraçãoé ter o cartão de ônibus RioCard.

“Esta é uma excelente notícia que nossa gestão conquistou para Teresópolis e representa um ganho enorme para os moradores, estudantes, empresários e trabalhadores da nossa cidade. Para quem utiliza dois ônibus, será uma ótimo forma de economizar no dinheiro da passagem. É uma grande conquista para os moradores da cidade que tanto pediram o sistema de integração em Teresópolis”, disse o Prefeito Vinicius Claussen.

O objetivo da Prefeitura de Teresópolis é ampliar o IntegraTere – Sistema Integrado de Transporte Coletivo e Mobilidade Urbana – para outros bairros da cidade. Para isso, está sendo elaborado um projeto de mobilidade urbana para o município. “Nosso objetivo é melhorar a circulação pela cidade, diminuindo o tempo de viagem, garantindo economia para passageiros e motoristas e buscando favorecer todos os modais. Para isso, precisamos concluir o projeto de mobilidade urbana, a fim de definir exatamente o que será feito. Enquanto ele não fica pronto, a integração já ajuda a reduzir custos com o transporte coletivo para a população mais necessitada e ajustes serão feitos ao longo do processo, sempre que necessários”, explica Marcos Antônio da Luz, secretário de Segurança Pública.

Em setembro de 2018, o programa foi implantado na linha Imbiú X Rodoviária.

O cartão RioCard pode ser adquirido no Posto Teresópolis, localizado na Avenida Feliciano Sodré, 1150, na Várzea. É através do cartão que o sistema valida e controla o tempo e a direção da integração.

Texto:Heliny Quintanilha

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis