UNIFESO tem projeto aprovado em edital da FAPERJ

grupo-de-pesquisa-farmaciaUNIFESO tem projeto aprovado em edital da FAPERJ

O projeto “Planejamento, Modelagem Molecular, Síntese e Avaliação Biológica de Inibidores da Hidrolase de Amidas de Ácidos Graxos 1 (FAAH1) Derivados do Glicerol” foi contemplado pelo Programa de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional do Estado do Rio de Janeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ). O programa visa incentivar a interiorização do crescimento científico e tecnológico fluminense. O resultado do edital do programa foi divulgado no dia 10 de novembro.

O projeto foi inicialmente idealizado pelo professor Valter Luiz da Conceição Gonçalves, coordenador do curso de Farmácia do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), e tem a participação dos professores Rodrigo da Silva Bitzer, docente nos cursos de Farmácia, Medicina, e Engenharias; Johnatas Dutra Silva, docente nos cursos de Farmácia, Fisioterapia e Enfermagem; Fernanda Bossemeyer Centurião, docente nos cursos de Farmácia, Medicina e Ciências Biológicas; Felipe Dias Leal e Marcelo Isidoro Pereira Reis, docentes no curso de Farmácia.

Segundo o professor Valter, “o Planejamento e uma parte da Modelagem Molecular do presente projeto contemplado já vinham sendo desenvolvidos dentro do antigo Programa de Iniciação Científica, Pesquisa e Extensão (PICPE) do UNIFESO em 2015”, coordenado por ele. Já em 2016 o projeto teve sua continuidade dentro do Programa de Iniciação Científica e Pesquisa (PICPq), também do UNIFESO, coordenado pelo professor Rodrigo Bitzer. Com a nova configuração da proposta do projeto foi possível ampliar o seu escopo e desta forma agregar outros pesquisadores, tornando o projeto mais multidisciplinar e formando um grupo de pesquisa. O professor ainda destaca que o UNIFESO deu um importante passo ao aprimorar e ampliar o seu programa de incentivo este ano, permitindo uma maior diversificação através de outros planos de incentivos como o Plano de Incentivo à Inovação e Tecnologia (PIIT), o Plano de Incentivo à Difusão da Produção Acadêmica (PIDPA), o Plano de Incentivo a Extensão (PIEx) e o Plano de Incentivo à Captação de Recursos Esternos (PICRE). “Todos esses planos atendem a necessidades específicas e são de grande estímulo para os docentes, discentes e técnicos-administrativos da nossa Instituição que buscam realizar produção do conhecimento. A ideia é estabelecer os laboratórios de Biologia Estrutural e Química Medicinal Computacional no Campus Quinta do Paraíso”, ressalta o coordenador de Farmácia, lembrando que para tanto o projeto contemplado contará com recursos na ordem de R$ 250 mil e terá duração de até 24 meses para sua execução. 

Para o professor Renato Almeida, coordenador de pesquisa do UNIFESO, a aprovação do projeto idealizado pelo professor Valter Gonçalves vem coroar o ano de comemoração dos 50 anos da FESO e ainda ratificar o apoio institucional aos grupos de pesquisa estabelecidos no UNIFESO. “A pesquisa institucionalizada vem apresentando uma evolução qualitativa nos últimos anos, o que evidencia nossa constante preocupação com o incentivo à iniciação científica e apoio aos nossos docentes”, comenta o professor Renato.

Fonte:Unifeso Jornalismo