Bicentenário da Imperatriz Teresa Cristina é celebrado em Teresópolis

Teresópolis Cidade de Teresa
Teresópolis Cidade de Teresa

Bicentenário da Imperatriz Teresa Cristina é celebrado em Teresópolis com Concerto online e Sarau Histórico Cultural

Teresópolis, 14 de março de 2022 – Nesta segunda-feira, 14 de março, comemora-se o bicentenário de nascimento da Imperatriz Teresa Cristina. Para homenagear um dos principais personagens da história do Brasil, a Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria Municipal de Cultura, realiza o projeto Terê Cultura Online 2ª Edição – Concerto Comentado Painel Artístico do Século XIX de Teresa Cristina, com apresentação da pianista Elisa Wierman. O concerto, que tem o apoio do Conselho Municipal de Políticas Culturais, poderá ser conferido às 19h pelo facebook.com/culturateresopolis.

A comemoração segue nesta quarta-feira, 16 de março, com o Sarau Histórico Cultural ‘Teresópolis, Cidade de Teresa’, às 19h, no Palácio Teresa Cristina, sede da Prefeitura, na Várzea. Exposição, música, palestra, dança e homenagem à Colônia Italiana fazem parte da programação. Haverá ainda o lançamento do livro infantil ilustrado ‘A Cidade de Teresa’, assinado pela professora Ana Maria de Andrade, com textos em português e italiano.

“Este ano, Teresópolis, Cidade de Teresa, celebra o bicentenário da Imperatriz em parceria com o Consulado da Itália. Teremos programações no município e também no Rio de Janeiro para ampliar o alcance dos eventos e valorizar ainda mais a importante contribuição cultural que a ‘Mãe dos Brasileiros’ deixou para o país. Justa homenagem do nosso município. Afinal, abrigamos uma das mais antigas e numerosas comunidades italianas do estado do Rio de Janeiro e do Brasil”, assinala o Prefeito Vinicius Claussen.

Em 2018, a Gestão Municipal realizou a primeira edição do Sarau Histórico Cultural, um resgate à memória da Imperatriz Teresa Cristina, que dá nome ao município. Também foi promovida a exposição ‘As Faces de Teresa’, destacando os papeis sociais desempenhados por Teresa Cristina. Em 2019, foi criada a Medalha Imperatriz Teresa Cristina para homenagear as pessoas que prestam relevantes serviços ao município.

“Em 2021, articulamos parceria com o Consulado da Itália e a Mox Produções para celebrar, este ano, o bicentenário de nascimento de Teresa Cristina com uma programação especial. O calendário começa nesta segunda, 14/03, no formato online, e segue na quarta-feira, 16/03, com a participação de comitiva do Consulado Italiano e número restrito de convidados, por conta da pandemia. Seguimos trabalhando pelo resgate da memória de uma época que faz parte da história de Teresópolis. Isso é pertencimento e valorização de nossa origem”, pontua Cléo Jordão , secretária municipal de Cultura.

No Rio de Janeiro

Nesta segunda-feira, 14/03, o Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro iniciou a sua agenda de eventos comemorativos com a inauguração de um busto-monumento de Teresa Cristina, assinado pelo artista ítalo-brasileiro Gianguido Bonfanti. A secretária de Cultura de Teresópolis, Cléo Jordão, e equipe marcaram presença no evento. A obra foi instalada na Praça Itália, no centro do Rio. À noite, será inaugurada a exposição ‘Teresa Cristina em Construção’ no Palácio Tiradentes, sítio histórico da Alerj (Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), também no centro do Rio, e que ficará aberta ao público até o dia 8 de abril.

Na quarta, 16 de março, o Consulado Italiano lança o livro infantil ilustrado ‘A Cidade de Teresa’, assinado pela professora Ana Maria de Andrade, com textos em português e italiano, no Colégio Estadual Rodrigo Otávio Filho, em Vaz Lobo, Zona Norte do Rio. À noite, comitiva sobe a Serra para prestigiar as comemorações em Teresópolis.

A Imperatriz

Teresa Cristina de Bourbon-Due Sicília nasceu em Nápoles, sul da Itália, em 14 de março de 1822. Filha do rei Francisco I das Duas Sicílias e da princesa Maria Isabel da Espanha, aos 21 anos casou-se com seu primo português Dom Pedro II, então imperador do Brasil. Deteve o título de princesa durante seus primeiros 20 anos de vida, mas viveu os restantes 47 anos sob o nome de Imperatriz.

Viveu no Brasil até 1889, quando foi decretado o fim do Império brasileiro e instaurada a República. Dedicou sua vida a ações beneficentes e de promoção cultural. Seu comportamento lhe rendeu o apelido de ‘Mãe dos Brasileiros’.

Teresa Cristina morreu em dezembro de 1889, em Portugal, aos 67 anos, pouco mais de um mês depois de ter sido expulsa do Brasil, juntamente com toda a família imperial, antes da proclamação da República, que pôs fim ao império colonial. A notícia da morte da “Mãe dos Brasileiros” gerou grande emoção no país e sua memória é lembrada em nomes de várias cidades, como Teresópolis/Rio de Janeiro, Teresina/Piauí, Cristina/Minas Gerais e Imperatriz/ Maranhão.

Fotos: Divulgação

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis