Unidade de Atenção Primária à Saúde do Pimentel completa um ano de atendimento

Unidade de Atenção Primária à Saúde do Pimentel completa um ano de atendimento
Unidade de Atenção Primária à Saúde do Pimentel completa um ano de atendimento

Unidade de Atenção Primária à Saúde do Pimentel completa um ano de atendimento

Por mês, são atendidos 300 pacientes em média

Na terça-feira (9), a Unidade de Atenção Primária à Saúde do Pimentel completou um ano de atendimento à comunidade. A unidade foi inaugurada em 5 de novembro de 2020 pelo Prefeito Vinicius Claussen e o Secretário de Saúde, Antônio Henrique Vasconcellos, depois de passar por uma grande reforma na estrutura do imóvel.

“A Unidade de Atenção Primária à Saúde do Pimentel foi uma resposta da nossa gestão aos pedidos da comunidade local e tem sido essencial para a saúde preventiva junto às famílias da região. A unidade foi o quarto equipamento de saúde inaugurado no nosso primeiro mandato, ampliando ainda mais a cobertura da Atenção Primária à Saúde em Teresópolis”, comentou o Prefeito Vinicius Claussen lembrando que, em dois anos, foram inauguradas também as unidades do Parque Ermitage e do Alto e da UBS de Bonsucesso.

A unidade funciona com equipe formada por médico e profissionais de enfermagem (técnica e enfermeira). Em média, são realizados 300 atendimentos por mês. “Ampliar a cobertura da APS é sempre cuidar melhor das pessoas. A ESF do Pimentel veio melhorar a Atenção em Saúde na área daquela comunidade e possibilitar acesso à população”, explicou o Secretário de Saúde, Antônio Henrique Vasconcellos.

A Unidade de Atenção Primária à Saúde do Pimentel funciona das 8h às 17h e oferece uma série de procedimentos clínicos, que incluem: imunização, planejamento familiar e reprodutivo, realização de testes rápidos sorológicos (Hepatite C e B, HIV e Sífilis), teste rápido para Covid-19 (anticorpo e antígenos), coleta de citopatológico. Também há aferição de peso, altura, temperatura, saturação e frequência cardíaca, pressão arterial e glicemia capilar. “Buscamos a melhoria do cuidado integral para a comunidade, e maior rotina d e saúde dos moradores do bairro”, explicou a enfermeira Michele Melane.

Fonte: Assessoria de Comunicação de Teresópolis